O espaço aéreo de Israel e os canários na mina de carvão

Pode ser difícil de entender o tamanho da agressão ao povo judeu este ataque terrorista na cidade de Halle, Alemanha, que ceifou a vida de dois inocentes que estavam no lugar errado na hora errada e pagaram com sua vida à frustração de um maníaco por não ter conseguido entrar na sinagoga, apesar de muito tentar, para assassinar o máximo de judeus que ali estavam com suas famílias e amigos para suas preces no dia mais sagrado do calendário judaico, o Yom Kippur, dia do perdão.

Jana Lange e Kevin S. as duas vitimas do terrorista de Halle.

Este é, sem dúvidas, o dia em que as sinagogas em todo mundo estão com sua lotação máxima, o dia que até os membros menos ligados aos ritos diários da religião, fazem questão de estar presente, participando.

É o momento no ano que paramos por vinte e cinco horas em jejum, de líquidos e sólidos, tratando  de empacotar e encerrar todas as lembranças, boas e más, repensadas por dez dias entre Rosh Hashaná (ano novo) e Yom Kippur, é o dia da expiação, o dia que somos confirmados no livro da vida.

É uma rara oportunidade de se recolher, de desligar, de meditar, de rezar, mas também de encontrar, de felicitar, de abraçar, de desejar o melhor, de se aproximar, de se reaproximar, de festejar, de se orgulhar, de amar e ser amado.

Neste dia, de tantas emoções, de tanta exposição e em nosso momento de maior “fraqueza”, somos atacados no seio de nossos templos junto ao que temos de mais sagrado.

No lugar de amor, ódio;
No lugar de alegrias, medo;
No lugar de calma, correria;
No lugar do perdão, castigo;
No lugar de paz, sangue…

O fato é que os judeus são como os canários nas minas de carvão, aqueles primeiros a perceberem o mal que está por vir. Agora, em pleno século XXI, na mesma Alemanha quase setenta e cinco anos após o fim do holocausto que assassinou seis milhões de inocentes pelo único pecado de serem judeus nestes mesmos territórios, é um péssimo recado para toda sociedade livre, é um ataque a todos os amantes das liberdades a todo mundo decente em um momento de crescente antissemitismo em todo planeta mas principalmente no velho continente que teima em incorrer nos mesmos erros, século após século….

Eles querem nosso fim, eles querem que não nos congreguemos, querem o fim de nossas tradições, de nossa luta por um mundo mais justo, de nossa história milenar, de nosso futuro…. Não conseguirão, mas o mundo civilizado precisa parar de mandar condolências e agir, antes que a mina não tenha mais canários para alertá-los.

Na foto, reprodução do mapa do espaço aéreo de Israel durante o dia de Yom Kippur 5780, o único Estado Judaico do mundo, o Judeu entre as Nações.

O espaço aéreo de Israel fechado temporariamente para todos os voos até o final de Yom Kippur.
About the Author
Ariel é administrador de empresas formado em Comercio Exterior no Mackenzie, tem um MBA em Marketing na ESPM e Curso de Especialização em Liderança Empresarial e Comunitária na Instituição de ensino superior e pesquisa Insper e no Instituto Rutenbergem em Haifa - Israel. É palestrante ativo com apresentações em escolas, sinagogas, centros comunitários, igrejas, clubes, etc, com 25 anos de voluntariado comunitário como monitor, instrutor, dirigente e diretor de instituições. Há mais de 22 anos é um estudioso e entusiasta da historia, política, diplomacia e geografia no mundo mas principalmente do Oriente Médio. Morou em Israel e já retornou mais de uma dúzia de vezes para lá e para outros países da região (Egito, Territórios Palestinos ..). Em várias oportunidades teve contatos, encontros, discussões com diversas autoridades, formadores de opinião e jornalistas, em Israel, EUA e Brasil. Escreve artigos publicados em diversas mídias, como a Revista Shalom, Blog do Jornal Times of Israel, Tribuna Judaica e Portais como Pletz, WebJudaica, sites, etc ... Membro do SC (Steering Committee) do JDC (Jewish Diplomatic Corps) braço diplomático do WJC (World Jewish Congress) guarda-chuva de mais de 100 comunidades em todo mundo, Diretor na JJO (Juventude Judaica Organizada), membro do Conselho do Fundo Comunitário Jovem e membro do Conselho da Hebraica.
Related Topics
Related Posts
Comments